Livro: Sensacionalista

Autor: Leonardo Lanna, Martha Mendonça, Nelito Fernandes, Marcelo Zorzanelli

Editora: Belas Letras

Ano: 2016

Páginas: 192

Avaliação: ★★

Oi você! Hoje tem a resenha do livro Sensacionalista! O livro mais aguardado por mim, acredita?? Quando fiquei sabendo do lançamento, tive certeza de que não poderia deixar passar batido, porque essa obra é uma extensão do que já é publicado no site e nas redes sociais, assim como representa um marco de uma nova forma de humor.
Pois bem, quem nunca se pegou compartilhando (pela primeira vez), uma notícia do Sensacionalista achando que fosse verdade? Confesso que já fiz isso! Bom, o livro não é nada mais do que uma espécie de arquivo do que já foi publicado. São as postagens mais visitadas, curtidas e comentadas que eles já fizeram.
O que me surpreende no trabalho deles é a forma como eles escrevem, muito próximo do real, mas com aquele ponta de coisa absurda que supera qualquer expectativa.
Além de tudo isso, o livro é interativo! Tem uns testes bem interessantes que a gente pode falar se é verdadeiro ou falso. Eu gostei muito do livro, de verdade. Principalmente por todo o trabalho da editora, a diagramação está demais! A capa em alto relevo, temos páginas pretas e vermelhas no miolo, um show com as fontes e as imagens. Sabe aquele livro redondinho que não precisa melhorar nada? É esse.
Olha esses começos de capítulos, arrasaram, não é?




E essas manchetes que separei para que você possa ver como é por dentro, dei muita risada e me identifiquei demais! Não disse que tinham arrasado na edição?




Eu amei a leitura e indico para todos que querem ter um pouquinho do Sensacionalista para si, e querem dar muita risada. Além de ler em uma sentada, é muito divertido!!
Se você quiser ver a resenha em vídeo, clique aqui.
Beijos e até o próximo post!


Livro: Exorcismus- sob a influência do mal

Autor: Moisés Calado

Editora: Chiado Editora

Ano: 2015

Páginas: 242

Avaliação: ★★

Oi você! Hoje tenho a resenha de um nacional para te mostrar e já vou adiantando que é um terror de verdade!
Este livro conta a história de José, um garoto de 12 anos que é possuído por um espírito maligno e os desafios que sua família encontra para salvar a vida do garoto das garras do mal. Diversas são as tentativas, desde estudiosos da área psiquiátrica, até padres que estejam aptos a realizar um exorcismo.
Posso dizer com toda convicção que este é um daqueles livros sangrentos, com muito terror delicioso!
Contrastando com a história maravilhosa desse livro, temos alguns pontos negativos que me chatearam muito durante a leitura e que eu não poderia deixar de falar.
Eu sei que muitos livros são publicados por diversas editoras e que, em algum momento, podem acontecer alguns erros de revisão (muitas vezes perdoados por nós, leitores). Mas, durante a leitura, foi impossível não notar o trabalho de revisão do livro, ou melhor, o não trabalho da revisão. Foram tantos erros, que seria difícil enumerar todos para uma lista aqui no post.
Eu sei que, muitas vezes os autores acabam escrevendo o livro e deixam a maior parte da revisão para os revisores (afinal, a editora tem revisores por este motivo, certo?), mas não sei se foi uma boa escolha deixar o livro praticamente "cru" e mandar para a editora. O meu intuito aqui não é ofender e prejudicar a imagem do autor, do revisor ou da editora, mas deixar um alerta que nós, leitores-não-formados-em-letras conseguimos sim perceber erros ortográficos em livros, até porque, nós utilizamos os livros para ter um parâmetro de escrita.
Por este motivo o livro recebeu uma nota tão baixa, eu senti muita dificuldade em me concentrar na história em si, estava ocupada demais grifando e anotando os erros que simplesmente pulavam do livro direto nos meus olhos. Foram poucas as páginas que consegui ler sem precisar de uma grifo e isso me chateou demais.
Pode ser que, muitas pessoas comprem o livro e não sintam dificuldade em ler, talvez elas podem não se incomodar tanto com a leitura. Mas acredito que a grande maioria se incomodaria assim como eu.
É uma pena que este livro tenha sido desperdiçado dessa forma e espero sinceramente que revisem e façam uma nova edição, o autor tem muito potencial para fazer desse livro um sucesso do gênero. Mas, será um pouco difícil se não conseguirem consertar os erros de revisão a tempo.
Caso você queira ver a resenha em vídeo, clique aqui.
Um beijo e até o próximo post.

Livro: O livro do destino

Autor: Raphael Miguel

Editora: Chiado Editora

Ano: 2016

Páginas: 206

Avaliação: ★★★

Oi você! Hoje tenho a resenha de um nacional para te mostrar e já vou adiantando que é de um livro ótimo! 
"O livro do destino" foi escrito por Raphael Miguel, um autor de Botucatu- SP (uhul!! mais um ótimo autor saindo do estado de São Paulo!) que me fez ler esse livro em dois dias! E demorou assim porque para quem me acompanha, sabe que estou com alguns probleminhas, então precisei dar uma pausa na leitura.
Enfim, vamos ao que interessa porque tenho certeza que você está curioso para saber do livro. Ele conta a história de Eric, um rapaz de dezessete anos que herda de seu avó um livro em branco, mas muito antigo. A relação dele com o avô é de muita amizade e isso o faz ter muito carinho com o livro, mesmo que ele não apresente nenhum conteúdo a não ser páginas em branco. Mas, com o passar do tempo, ele descobre de uma maneira inusitada que este objeto tão peculiar esconde um segredo poderoso. Esse livro é capaz de alterar de forma significativa o destino de pessoas, de acordo com a vontade do detentor do objeto. Eric tem seus princípios e decide não utilizar o livro para fins pessoais, o que faz com que ele se esqueça por um tempo do objeto, até que algo completamente estranho acontece.
Em toda a leitura do livro, podemos perceber o cuidado do autor com as palavras, não deixando nada nas entrelinhas, mas nem tão explícito que sejamos capazes de adivinhar o que acontecerá no decorrer da história. E, com certeza, isso foi o que mais me chamou atenção.
Embora o livro seja sobre um adolescente, fugimos daquela receita pronta de adolescentes salvadores da pátria e super heróis. Na historia, temos contato com um jovem comum, com problemas familiares como qualquer adolescente da sua idade.
Um dos pontos positivos do livro é que finalmente um autor deixou a história seguir seu rumo, sem colocar um romance desnecessário dentro de uma história que tem tudo para dar certo. Esse foi um dos motivos para que ele recebesse cinco estrelas logo de cara. Neste livro fugimos do convencional, da mesmice. Quando peguei para ler, eu estava super curiosa com a história, justamente porque ela não prometia nada que fosse igual aos livros sobre adolescentes que tem sido lançados.
Preciso dar parabéns ao autor, que conseguiu com maestria segurar a história até o fim, sabe aquela sensação de a história começar e terminar no tempo certo? Então, foi isso. Não senti em nenhum momento que ele precisou "rechear" o livro depois de pronto e nem "cortar" algo que estava em excesso. A impressão que tenho (e que feliz impressão) é que ele sentou para escrever a história e conseguiu manter foco até terminar, sem desvios, sem descrições desnecessárias, a história foi completa e num ritmo maravilhoso.
Eu super recomendo esse livro, ele é simplesmente fácil e contínuo, muito gostoso de ler.
Se você gostou da resenha e quer assistir em vídeo, clique aqui.
Um beijo e até o próximo post!


E pra quem pensou que este seria o último conto da Leitura Conjunta, não não não! Resolvemos estender e eu fiquei muito feliz por isso!
O conto dessa semana é "O poço e o pêndulo", e sem dúvidas, uma das melhores construções dele. Enfim, esse post será bem curtinho, então vamos direto ao assunto!
No O Poço e o Pêndulo, conheceremos um homem em plena inquisição católica que recebe sua sentença de morte. Jogado num calabouço, ele acorda em um lugar escuro e decide tatear para saber mais detalhes daquele cômodo em que ele se encontra. Chegando ao centro do calabouço, ele encontra um poço, e acaba por ter várias alucinações e devido ao cansaço, ele acabar por dormir.
Após acordar pela segunda vez, ele recebe comida e água e percebendo que o líquido encontra-se com uma substância sedativa, não consegue controlar a vontade de dormir e ao acordar, encontra-se amarrado em uma espécie de tronco (ou algo bem parecido), com uma foice em formato de meia lua pendendo sobre seu corpo.
Eu gostei muito do conto porque, apesar de ser um texto bastante descritivo, é bem profundo e traz bastante reflexões importantes. Não é segredo que eu não me identifico com livros muito descritivos, por este motivo a nota deste conto é quatro.
Mas, recomendo a todos que tem curiosidade em conhecer o Poe, com certeza é um dos textos mais elaborados e trabalhados por ele.
Espero que vocês tenham gostado do update!
Para ver o vídeo, cliquem aqui.
Beijos e até  próximo post!
Tchau!

Livro: Eu sou a lenda

Autor: Richard Matheson

Editora: Aleph

Ano: 2015

Páginas: 384

Gênero: Ficção científica

Avaliação: ★★★

Oi gente!  Hoje tem resenha de um livro ótimo que quero, além de resenhar, indicar para vocês.
Conversaremos sobre o Eu sou a lenda, publicada pela linda da Aleph que vem deixando meu coração no chão e minha carteira mais vazia! Sabe aquela vontade de sair comprando tudo o que é da editora, porque o amor só cresce? Pois é.
Desta vez, conheceremos a história do Robert. Um homem casado, pai de uma filha que vê sua família ser desfeita por causa de uma infecção, um vírus poderoso que vem assolando toda a população do planeta em que ele vive.
Após esta infecção contaminar todos os que ele conhece e todo o resto da população, ele perde a esposa e a filha e se vê sozinho buscando suprimentos e conhecimentos para se manter vivo. Um dos maiores desafios além de encontrar mantimentos, é se manter lúcido para encarar que estar sozinho no mundo pode não ser o pior a acontecer. Todas as noites quando o sol se põe, vários infectados se colocam em volta da casa o chamando para fora, para que ele se sirva como comida para a vizinhança. Diante disto, já não é necessário dizer que os infectados se transformam em vampiros, sedentos de sangue. Durante todo o dias eles entram em um sono profundo, como um coma e é quando Robert tem a possibilidade de se ver livre para sair em busca de mantimentos. Em meio a livros, ele busca incessantemente uma cura para transformar os humanos que ainda não morreram pela infecção e voltaram a vida, a se tornarem humanos novamente. E é nesse cenário que o livro tem sua história contada.
Após  três adaptações cinematográficas, a mais recente em 2008, estrelado por Will Smith, vemos que o livro continua sendo melhor que o filme. Em muitas coisas filme e livro são diferentes, o que torna cada um singular e igualmente poderoso em nos chocar. Entretanto, o livro ainda é capaz de nos surpreender e causar emoção.
Eu achei a história muito bem escrita e formada, o cenário também é muito bem descrito, o que nos leva a um patamar realístico, diferente daquele cenário pós apocalíptico que estamos acostumados; o que de certa forma me deixa muito feliz, porque saímos daquela famosa "receita pronta, da qual há apenas um salvador para a humanidade".
No final do livro há algumas notas, como um estudo feito da obra e também uma entrevista com o autor (ago realmente bom e que tem me encantado nos livros da Aleph), então podemos perceber que a grande preocupação do autor foi manter o elo da realidade com a história contada, deixando com que pensemos que realmente isso possa acontecer na vida real.
O livro merece nota cinco por falta de uma nota maior, porque claramente este livro é um dos meus favoritos de 2016.
Espero que tenham gostado da resenha, caso queiram ver a vídeo resenha é só clicar no quadradinho da barra lateral escrito "aperte o play".
Beijo e até a próxima resenha.
Tchau!

Gente, vim mostrar para vocês o que eu recebi pelo correio essa semana! Não aguentei esperar, por isso estou fazendo o post e o vídeo agora, para poder abrir junto com vocês. E ah, também fiz vídeo então quem quiser ver é só dar uma olhada lá no canal, ou clicar aqui.
Vou mostrar um por um em fotos, então me perdoem se o post ficar um pouco pesado para carregar. Alem disso, é só clicarem nos links que vocês serão redirecionados para as páginas de quem me enviou cada coisinha.
Sem mais delongas, e para matar a minha e a sua curiosidade, vamos lá!

+ O primeiro pacote veio da Alessandra, do Narrativas da Cidade. São marcadores do blog e do canal dela, são tão fofos que ainda bem que vieram um monte, porque tô babando neles! Olha quanta fofura, olhem essa estampa!! Tô apaixonada!




+ Bom, o próximo pacote veio da Laine, do Lilica Comparando Livros, aquela fofa arrebatadora de corações que me deixa feliz só de ver que tem vídeo novo no canal dela!! Como não poderia ser mais perfeito, ela me deu um livro da Patricia Cornwell, o Fator Scarpetta que eu queria tanto ler! Olhem essa capa que divina! Sem contar que veio com um marcador lindo e um bilhete super fofo!!


+ O terceiro pacote é do Raphael Miguel, o livro dele veio em parceria com o blog e o canal, para que seja resenhado. Não preciso dizer que fiquei extremamente feliz com a confiança dele no blog, não é?? Muita felicidade para esse meu coração! Olhem essa capa, isso porque a sinopse já é demais, com essa capa então, apenas observem, porque esse já é meu!

+ O próximo pacote veio da Maira Moura, uma fofa que escreveu um livro de contos que eu estou mais que curiosa para ler! Esse ano é o ano de me jogar nos contos, então não poderia ser uma parceria melhor, certo?? Estou muito feliz que ela tenha confiado no blog e no canal e espero, além de ler em breve e fazer resenha, amar este livro tanto quanto eu amei essa capa:

+ Por último e não menos importante, recebi em parceria com a Chiado Editora este livro que o título já diz por si só o quanto ele é interessante. Eu estava muito curiosa para ler esse livro, a sinopse é incrível e espero que a história também seja! Espero não dormir por dias depois de ler esse livro, quem não gosta de um bom terror, não é??


Então é isso gente, hoje foi um post extra que eu espero que vocês tenham gostado tanto quanto eu gostei, porque estou simplesmente apaixonada!! Quero deixar o meu muito obrigada para todos que me mandaram esses mimos, sejam por meio de parceria ou presentes, isso só me faz acreditar mais de que estou no caminho certo do meu sonho!
Para quem notou que eu estive um pouco ausente das minhas redes sociais, quero pedir imensas desculpas, mas como vocês já sabem, o Hugo (que tem problemas de saúde) teve mais um episódio essa semana e virou meus dias de pernas para o ar. Fiquei cuidando dele e como eu sei que vocês entendem, quero pedir desculpas e agradecer pela compreensão de cada um, assim como as orações e as energias positivas que vocês mandam para nós. Somos muito felizes por sabermos que vocês sempre estarão ao nosso lado. Beijos meus e lambeijos do Hugo arteiro.
Que venham as resenhas, porque tô super ansiosa!!
Super beijo!!




Livro: Filme Noturno

Autor: Marisha Peesl

Editora: Intrínseca

Ano: 2014

Páginas: 624

Avaliação: ★★★

Oi gente!
Vou falar sobre um livro maravilhoso hoje! Um presente do André, que me deixou tão feliz que foi mais um motivo para que eu devorasse o livro!
Bom, o livro trata basicamente de um suicídio que teve uma perícia duvidosa, investigado por Scott, um jornalista que teve sua vida totalmente mudada após um caso sem sucesso. Scott é divorciado e pai de uma filha. 
Ashley, a garota que cometeu suicídio, cuja morte é investigada por Scott, vem de uma família singular. Filha de Cordova, o pai cinegrafista e excêntrico, cujos filmes são essencialmente de terror e suspense, levando o espectador ao mais alto grau de sentimentos confusos e conflitantes. Cordova tem uma mansão isolada de todo o resto da cidade, que funciona como estúdio cenográfico, sendo palco de todos seus filmes. Além disso, temos também o envolvimento dele com magia negra e relacionamentos confusos com várias mulheres.
A princípio, a morte de Ashley "sem solução", desperta em Scott sua curiosidade, visto que Cordova é alvo de diversas investigações e pesquisa do jornalista.
Paralelo a isso, temos uma legião de fãs fanáticos e igualmente excêntricos que seguem Cordova e buscam todos os detalhes sórdidos de sua vida. Um dos aspectos mais interessantes, é que eles mantém um espaço dedicado ao cinegrafista na Deep Web, a fim de organizar sessões de cinema dos filmes que outrora foram proibidos devido ao conteúdo de extrema violência.
O livro ainda traz aspectos realistas que nos fazem imaginar que a história foi realmente escrita de maneira ficcional ou não. A autora consegue manter a leitura fluida em todo o livro, assim como o suspense e o estímulo da imaginação do leitor acerca das diversas teorias em dúvidas encontradas no livro. Em momento algum a escrita torna-se cansativa, causando contraste com as diversas páginas de sites e recortes de jornal adaptados a história de forma leve, tornando a leitura quase interativa.
E gostei muito do livro e com certeza indico a todos que gostam de um bom suspense com pitadas de horror, não deixando nada a desejar. Enfim, nem preciso escrever que fui completamente arrebata por esse livro, não é??
Espero que tenham gostado, conheçam o Batendo um papo com o Dé, que é o blog do André-lindo-demais. E também não esqueça de assistir a vídeo resenha!!
Beijos e até a próxima atualização!